Amor de Deus: Redeno

O Ano do Jubileu  tem um significado espiritual, e apresenta à humanidade a esperança de que Deus estabeleceu um Dia quando toda escravidão cessará, e tudo o que Deus deu à humanidade no princípio será restaurado.
 
1– O Jubileu Era Um Ano de Redenção.
Um ciclo se fechava e outro se iniciava no dia da expiação também chamado “dia do perdão.” O que ficava para trás era esquecido, tipo do esquecimento de Deus com relação aos nossos pecados (Jr 31.34; Mq 7.18). Deixavam as coisas velhas para viveram coisas novas e da novidade do campo comiam (Lv 25.6,7,12).
Este é o Ano do Jubileu, é o tempo da restauração, que nos foi dada, por nosso Deus. Quão grande é a nossa salvação! A condenação foi rasgada e a dívida paga. A herança restaurada, pois o jugo se quebrou! O Espírito enviado, e a graça transbordou. Nossas vidas restauradas, assim Deus nos libertou! Isto è Jubileu em nossas vidas. A Nossa Redenção:
Uma Redenção Caríssima. (Sl 49.7,8; 1Pe 1.18,19). 
– “Ninguém pode remir a seu irmão, ou dar a Deus o resgate dele (pois a redenção da sua alma é caríssima, e seus recursos se esgotariam antes). (Sl 49.7,8). 
– “Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, a qual por tradição recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado.” (1Pe 1.18,19).
Uma Redenção Definitiva. (Ef 1.7). 
– “Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça.”
Uma Redenção Graciosa. (Rm 3.24). 
– “Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.”
Uma Redenção Eterna. (Hb 9.12). 
– “Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção.”
Uma Redenção Real. (Cl 1.14). 
– “Em quem temos a redenção pelo seu sangue, e saber, a remissão do pecados.”  

“O nosso Deus é o Deus de Redenção.” - Levíticos 25:8-12 



VOLTAR