Pertencer a Deus, garantia de terminar bem

O que significa pertencer ao Senhor? Precisamos compreender o significado do que seja pertencer ao Senhor. Qual é o impacto disto para as nossas vidas? Não estamos falando de dizer que somos do Senhor e continuar a fazer e a viver como qualquer pessoa no mundo. Precisamos compreender do fundo do nosso coração qual o significado de pertencer ao Senhor.
 
Temos dois aspectos envolvidos: um transmite conforto, consolo e tranqüilidade e ou outro significa compromisso.
 
Quão gostoso é saber que fomos resgatados, libertos do poder do pecado, livres em Cristo Jesus. O pecado não nos domina, Deus, em Cristo Jesus, restabeleceu em nós a capacidade de decidir conforme a natureza de Deus e não a nossa natureza terrena. Deus cuida de nós, conforme Jesus falou no sermão da montanha: “Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves?” (Mateus 6:26, BEARA) e “Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas;“ (Mateus 6:31-32, BEARA). Quão maravilhoso é saber tal coisa, poder descansar, ter a certeza que Deus está no controle, pois, Ele sabe de tudo, nos guarda, provê tudo que necessitamos e precisamos. Tudo que ocorre em nossas vidas, de mal ou ruim, tem um único objetivo: contribuir para o nosso bem. Isto, sim, é bom saber, é termos esta convicção por pertencermos a Deus.
 
Mas pertencer a Deus, ser Dele gera compromisso, pois, com o novo nascimento (aliança com Deus), passamos a ser Seus filhos, recebemos da Sua natureza, por isso, precisamos fazer morrer a natureza terrena, pois quem tem a natureza divina, não pode viver pecando, não pode praticar a injustiça e nem andar como andava no mundo. Somos novas criaturas, pessoas que receberam da vida de Deus, somos templos do Espírito Santo, morada de Deus, por isso, nossas vidas têm que expressar esta nova realidade.

O importante que temos que compreender: que viver esta nova vida, segundo o coração de Deus, não está na nossa força, mas no conhecermos e compreendermos a graça de Deus que nos é concedida por Ele, pois fomos capacitados na nossa fraqueza a viver segundo a vontade de Deus.  Vivemos segundo o coração de Deus, Somos Seus imitadores não devido a nossa própria capacidade ou conhecimento, mas porque aprendemos a viver na Sua dependência. Somos agora filhos e recebemos a capacitação e tudo o que necessitamos. Precisamos rejeitar as coisas as coisas deste mundo, a forma de pensar, a forma de agir que o Espírito nos mostra e nos ensina, e vivermos segundo o coração de Deus. Devemos como Paulo, saber que não alcançamos a perfeição, mas devemos sempre prosseguir para o alvo, olhando para Aquele que é o nosso modelo de vida, nosso Senhor Jesus Cristo. 



VOLTAR